Bombino.

Niger

Biografia

Bombino nasceu em 1980 em Tidene, Níger, em um acampamento Tuareg cerca de 80 quilômetros a nordeste de Agadez. Ele é um membro da tribo Ifoghas, que pertence à federação Kel Air Tuareg. Após a eclosão da rebelião tuaregue em 1990, Bombino, junto com seu pai e avó, foram forçados a fugir para o pais vizinho, Argélia, para a sua segurança. Durante este tempo, parentes deixaram para trás uma guitarra, e Bombino começou a aprender sozinho como tocar. Enquanto vivia na Argélia e Líbia, em sua adolescência, Bombino e seus amigos assistiram a vídeos de Jimi Hendrix, Mark Knopfler e outros para aprender seus estilos.

Mais tarde, estudou com o renomado guitarrista Tuareg, Haja Bebe. Bebe pediu-lhe para se juntar à sua banda, onde ele ganhou o apelido de “Bombino”, que é derivado da palavra italiana “bambino”, que significa ‘criancinha’. Ele trabalhou tanto como músico e como pastor no deserto perto de Trípoli. Em 1997, Bombino retornou a Agadez e começou a vida como um músico profissional.

Em 2007, o cineasta Hisham Mayet conseguiu rastrear e gravar Bombino e sua banda Group Bombino durante uma performance em um casamento. Essas gravações, juntamente com várias performances acústicas no estilo guitarra seca, podem ser ouvidas no “Group Bombino – Guitarras de Agadez, vol. 2”, de 2009. Mais tarde em 2007, a tensão cresceu novamente no Níger e outra rebelião tuaregue entrou em erupção. O governo, na esperança de impedir a rebelião em todas as suas formas, proibiu o uso de guitarras para os tuaregues, pois o instrumento era visto como um símbolo de rebeldia. Bombino comentou em uma entrevista, “Eu não vejo a minha guitarra como uma arma, mas sim como um martelo que pode ajudar a construir a casa do povo Tuareg.” Além disso, dois dos colegas músicos de Bombino foram executados, obrigando-o, assim, a partir para o exílio.

Em janeiro de 2010, Bombino conseguiu voltar para sua casa em Agadez. Para comemorar o fim do conflito, um grande concerto foi organizado na base da Grande Mesquita da sua cidade-natal, e Bombino recebeu a bênção do sultão. O músico e sua banda tocaram para mais de mil pessoas nesse show, todos dançando e celebrando o fim da luta.

Enquanto Bombino viveu no exílio em Burkina Faso, o cineasta Ron Wyman fez gravações em cassete da sua música, e então decidiu segui-lo. Bombino concordou e, com a ajuda de Chris Decato, eles produziram um álbum juntos em Agadez. As gravações avançaram e seu álbum, lançado em abril de 2011, estreou no topo da iTunes World Chart. O sucesso de ‘Agadez’ atraiu muitas estrelas musicais para perto de Bombino, incluindo Dan Auerbach do The Black Keys. Em junho de 2012, Auerbach produziu o segundo álbum solo internacional de Bombino intitulado ‘Nomad’. Nomad foi lançado pela Nonesuch Records em abril de 2013 e também estreou na posição número um na iTunes World Chart e na Billboard World Chart. Bombino realizou uma turnê nos Estados Unidos em 2013 e ela incluiu aparições em grandes festivais de música, incluindo o Bonnaroo e o The Newport Folk Festival. Em 2013, Bombino também foi convidado a abrir para os shows de Robert Plant, Amadou & Mariam e Gogol Bordello.

Cidade Natal

Niger

Listen
{{track.title}} artwork

{{track.user.username}}

{{track.title}}

{{ currentTime | hhmmss }} / {{ duration | hhmmss }}
{{ currentTime / duration }}
{{track.title}} artwork

{{track.user.username}}

{{track.title}}

{{ currentTime | hhmmss }} / {{ duration | hhmmss }}
{{ currentTime / duration }}

Siga Bombino.

Bombino. Videos
Quer saber o que acontece dentro do PFC ?
Torne-se Sócio